Lucão destaca que a população deve se vacinar contra a gripe até sexta-feira
13/06/2018


O vereador e presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social da Câmara de São Carlos, Lucão Fernandes (MDB) fez um desabafo durante a sessão do Legislativo desta terça-feira (12), aclamando para que a população dirija-se até um posto de saúde para receber a vacina contra a Influenza (gripe). Segundo ele, a comissão de saúde tem feito uma cobrança implacável sobre a Prefeitura para que os serviços sejam realizados com qualidade, mas que desta vez é população que precisa se atentar.

“Hoje a minha cobrança é para a população. Isso mesmo, essa população, que, muitas vezes, nos cobra na rua e que fazem o que devem ser feitos, pois somos homens públicos (...). No próximo dia 15 encerra-se a vacinação contra a Influenza e os números são estarrecedores. Muitas pessoas ainda não buscaram os pontos de atendimento para receber a vacina”, disse o vereador.

Segundo ele, os números de crianças que receberam a vacina ainda são baixos na cidade: 5.256 crianças de um total de 12.619 que deveriam ser vacinadas em São Carlos. “É a picada que pode salvar uma vida”, enfatizou. E acrescentou ainda que o grupo prioritário que mais aderiu à vacina foi o dos idosos.

O parlamentar destacou ainda que o município de São Carlos já confirmou sete casos positivos de Síndrome Respiratória Grave por Influenza este ano. Desse número, quatro pessoas com resultado confirmado para Influenza A H1N1 (já receberam alta hospitalar), sendo que um dos resultados positivos para Influenza A H1N1, o paciente foi a óbito. “É preciso atenção, pois esta é uma doença que mata e uma morte já ocorreu em nosso município. Faço um apelo para que a imprensa nos ajude a divulgar e que a população vá até um posto de saúde até sexta-feira para receber a dose da vacina”, enfatizou.

VACINAÇÃO - Os grupos prioritários que fazem parte da Campanha e que devem receber ATÉ SEXTA-FEIRA (15) a vacina são:

- crianças de seis meses a menores de cinco anos;

- mulheres grávidas;

- mulheres que acabaram de ter bebê até 45 dias após o parto;

- profissionais da saúde;

- idosos maiores de 60 anos;

- indígenas;

- população privada de liberdade e funcionários sistema prisional;

- professores e funcionários educação;

- doentes crônicos (pessoas que tem doenças cardíacas, diabetes, pessoas com problema renal crônico, obesos mórbidos, pessoas que fizeram transplante, pessoas com Síndrome de Down, pessoas em tratamento de radioterapia, quimioterapia, HIV, AIDS). A vacina utilizada é trivalente: protege contra o vírus influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B.

INFORMAÇÕES - A vacina é contra-indicada somente para pessoas que tiveram reação grave em dose anterior da vacina ou pessoas que tem reação alérgica grave após ingestão de ovo. A vacina é produzida de vírus inativado, é muito bem tolerada e segura. Após receber a dose a pessoa pode apresentar dor, vermelhidão ou inchaço no local da aplicação. Mas essas reações desaparecem até 48 horas após receber a vacina. A VACINA NÃO CAUSA GRIPE.

 foto
O vereador Lucão durante a sessão desta terça-feira (12)

Rua 7 de setembro nº2078, Centro -

Segunda a Sexta-feira das 8h às 18h

(16)3362-2000 0800-771-1987